Menos de 6 minutos de leitura

Um dos principais desafios da TI é, sem dúvida, descobrir formas de direcionar os investimentos feitos em processos operacionais do dia a dia para atividades que realmente representem os objetivos de negócio da empresa.

Porém, para que isso aconteça é preciso garantir que os recursos estejam sendo utilizados da melhor forma. Isso significa reduzir o nível de complexidade da infraestrutura de TI e, com isso, otimizar a performance da empresa e abrir espaço para que a inovação aconteça.

Existem dois pontos importantes a serem considerados para que se alcance esses objetivos:

  1. é preciso ter uma visão objetiva de como as atividades de TI auxiliarão o desenvolvimento do negócio;
  2. deve-se assegurar que essa infraestrutura satisfaça os propósitos de disponibilidade e desempenho da empresa.

Neste post você encontrar dicas essenciais de como otimizar o uso da infraestrutura de TI da sua empresa. Acompanhe!

A influência da infraestrutura de TI no negócio

Sabemos que a infraestrutura representa o alicerce de toda a capacidade idealizada de recursos de tecnologia da informação para o negócio, certo? Isso quer dizer que ela é composta de hardware, softwares, sistemas operacionais, armazenamento e gerenciamento de dados, redes de telecomunicação, plataformas de internet e outros serviços integrados.

Aperfeiçoar o uso da infraestrutura de TI, portanto, pode representar uma série de bons resultados para a empresa, seja na redução dos custos, no aumento na produtividade ou no planejamento para expansão do negócio.

Mas como investir da maneira correta e otimizar o uso desses recursos?

O aproveitamento adequado dos recursos

Em suma, uma gestão ideal de infraestrutura, além de garantir e potencializar a disponibilidade dos recursos de TI, deve:

  • garantir agilidade para entregas rápidas e eficientes para as áreas de negócio;
  • elevar o nível da performance dos serviços prestados;
  • amenizar os efeitos de possíveis mudanças;
  • ter a capacidade de antecipar falhas.

Em outras palavras, o objetivo é que a TI garanta solidez para que os recursos funcionem adequadamente. Por outro lado, existe também uma necessidade de que essa mesma TI proponha produtos e serviços inovadores que auxiliem no crescimento do negócio.

Existe um método para que isso aconteça, garantindo um retorno maior sobre o investimento feito em tecnologia e, também, otimizando os prazos.

TI Bimodal

Desenvolvido pelo instituto Gartner, em 2014, o conceito de TI Bimodal propõe uma postura arrojada das empresas perante a gestão dos recursos de TI, com o objetivo de que a inovação em tecnologia seja melhor desenvolvida e colocada em prática.

A proposta é que a área de TI atue em duas vertentes diferentes, designadas da seguinte forma:

Modo 1

O Modo 1 — que também chamamos de TI tradicional — é focado na previsibilidade. Ele é dedicado a explorar o que já é conhecido no ambiente de tecnologia da empresa e, por esse motivo, tem como principais objetivos a estabilidade, a segurança e o funcionamento correto dos recursos.

Modo 2

Já o Modo 2 — ou TI não tradicional — tem foco na exploração. Aqui abre-se espaço para iniciativas que solucionem novos problemas. Ou seja, ele é direcionado para a geração de inovação, seja criando produtos e serviços ou dominando novos mercados.

Nesse ponto, a TI Bimodal representaria uma vantagem competitiva para a empresa, já que descentralização do setor deixaria uma equipe responsável por buscar e desenvolver soluções inovadoras para o negócio.

Pensando dessa forma, é possível contar com empresas especialistas que forneçam soluções de tecnologia e agreguem recursos e expertise para a infraestrutura da sua empresa.

Vale ressaltar que cada empresa tem necessidades e demandas específicas e isso também vale para a infraestrutura. Cabe uma análise minuciosa sobre a maturidade do setor de TI e dos objetivos da empresa.

No próximo tópico, falaremos um pouco mais sobre como alguns serviços podem ser contratados para que a equipe de TI da sua empresa possa focar em inovação.

A parceria de uma empresa especializada em infraestrutura de TI

Como dissemos, o objetivo da TI Bimodal é segmentar a TI para que uma das vertentes fique concentrada em propor soluções de inovação para o negócio. Isso pode ser concretizado se você contar com a parceria de uma empresa especializada em gestão de infraestrutura de TI.

Nesse caso, tudo o que estiver relacionado à parte operacional da TI será administrado por essa empresa terceirizada. Isso inclui monitoramento, gerenciamento e operação das soluções de armazenamento, virtualização, redes, segurança e suporte especializado, o que daria à sua empresa algumas vantagens, como:

Maior capacidade de inovação

Quando a equipe de TI deixa de se preocupar com questões operacionais e resolução de problemas de infraestrutura, fica mais fácil focar no negócio e implementar melhorias que causem impacto em curto prazo e que tragam grande retorno financeiro e estratégico para a empresa.

Maior controle dos serviços

O acompanhamento do desempenho dos recursos de TI e dos serviços executados fica mais prático, já que a empresa contratada fornece relatórios pontuais sobre tudo o que está relacionado à infraestrutura.

Redução de riscos

O caráter reativo na resolução de problemas passa a não existir, já que são criados insumos para que a equipe de TI seja capaz de prever problemas e diminuir os riscos envolvidos nas operações

Atendimento de especialistas

A maioria das equipes de TI é formada por profissionais de perfil generalista, sem conhecimento avançado nas tecnologias que compõem um Data Center.

Quando migra-se para o modelo de sustentação por meio de empresas especializadas nesse tipo de trabalho, é possível contar com profissionais experientes e com habilidades específicas, que são capazes de garantir o máximo da eficiência da infraestrutura, aumentando o retorno do investimento, mitigando riscos e controlando, de forma rápida e eficaz, crises que possam comprometer a disponibilidade dos serviços de TI.

Redução da complexidade operacional

Alguns processos, como backups automáticos, instalação de sistemas operacionais, implantação de ferramentas de segurança da informação, entre outros, passam a ser realizados pela empresa contratada, deixando a equipe de TI focada em implantar melhorias no ambiente.

Melhoria da performance

Os esforços e o tempo gastos na solução de questões operacionais podem ser direcionados ao desenvolvimento de novos projetos e ao acompanhamento de métricas e outras atividades relacionadas ao setor.

Em outras palavras, todos esses benefícios permitirão que a equipe de TI possa tomar decisões rápidas e efetivas.

É importante destacar que a empresa contratada deve ter um caráter de proatividade e governança, para garantir que a infraestrutura de TI esteja sendo utilizada da melhor forma. Isso inclui identificar gargalos, prever falhas e possíveis esgotamentos de recursos e evitar desperdícios com novos equipamentos de Data Center.

E você, já fez essa análise na sua empresa e está pronto para aproveitar a infraestrutura de TI da melhor forma? Quer ter acesso a mais conteúdos como este? Acompanhe-nos nas redes sociais — estamos no Facebook, no LinkedIn, no YouTube e no Twitter.

Escreva um comentário

Share This